O que é tetralogia de Fallot?

A tetralogia de Fallot é uma malformação  congênita  do coração  (presente no nascimento) composta de quatro elementos:

        Comunicação interventricular (uma comunicação entre os dois ventrículos do coração  - esquerdo e direito).
        Desvio da aorta  para a direita, ao sair do coração .
        Obstrução do ventrículo direito e dificuldade de passagem do sangue  para os pulmões .
        Hipertrofia  ventricular.


Na tetralogia de Fallot o sangue  não consegue ser oxigenado em quantidade suficiente para ser distribuído para todos os órgãos do corpo e, em consequência, as crianças apresentam-se com cianose  (cor azulada da pele ).

Quais são as causas da tetralogia de Fallot?

Não se sabe a causa da tetralogia de Fallot, mas algumas condições e fatores existentes durante a gravidez  podem aumentar o risco da doença: rubéola  ou outras doenças virais, má nutrição , uso de álcool, idade materna acima dos 40 anos e diabetes mellitus . Muitas malformações  orgânicas hereditárias se fazem acompanhar da tetralogia de Fallot.

Quais são os principais sinais  e sintomas  da tetralogia de Fallot?

Os sinais  e sintomas  da tetralogia de Fallot dependem do tempo de sua evolução e de seu menor ou maior grau de importância. O maior deles é a cianose , a qual se apresenta desde muito cedo, no recém-nascido. Ocorre também:

        Sopro sistólico.
        Policitemia  (aumento de glóbulos vermelhos sanguíneos), devido ao estímulo à eritropoiese , resultante da hipoxemia  (baixa oxigenação sanguínea).
        Baqueteamento digital (dedos em forma de baqueta de tambor).
        É comum haver dificuldade para respirar, ficar muito cansado aos mínimos esforços ou nervoso e, ocasionalmente, perder a consciência.
        Geralmente a doença interfere no crescimento e no desenvolvimento normais da criança.


Como o médico diagnostica a tetralogia de Fallot?

O diagnóstico  da tetralogia de Fallot pode ser feito por meio de uma detida avaliação clínica e ser confirmado pelo ecocardiograma  ou pelo cateterismo  cardíaco. Para reconhecer eventuais vasos colaterais entre a aorta  e a artéria pulmonar , pode-se fazer uma investigação complementar com angiotomografia, angiorressonância nuclear magnética ou cateterismo . Outros exames que ajudam o diagnóstico  são: radiografia do tórax  e eletrocardiograma .

Como o médico trata a tetralogia de Fallot?

O tratamento da tetralogia de Fallot é basicamente cirúrgico, ou logo após o nascimento ou mais tarde, na dependência da gravidade dos sintomas , com o objetivo de normalizar o funcionamento do coração .

Como prevenir a tetralogia de Fallot?

Não há como prevenir a tetralogia de Fallot, mas os fatores de riscos devem ser evitados.

Como evolui a tetralogia de Fallot?

É comum que as crianças que foram submetidas à cirurgia necessitem, quando adolescentes ou adultos, ser submetidas a um novo procedimento cirúrgico para corrigir problemas que se desenvolvem com o tempo.




ABCMED, 2013. Tetralogia de Fallot: o que é? Quais as causas e os sintomas? Como é o diagnóstico? E o tratamento?. Disponível em: <http://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/350584/tetralogia-de-fallot-o-que-e-quais-as-causas-e-os-sintomas-como-e-o-diagnostico-e-o-tratamento.htm>.

Bonus William Hill
Bonus Ladbrokes

Copyright © 2016 Vitoria Medifetus. Todos os direitos reservados.

Premium Templates